Mães e Pais na 1ª Pessoa

João Moreira Pinto 

E os Filhos dos Outros

A experiência alucinante de rever o Dumbo

Gosto muito de filmes de animação, sejam eles para crianças ou mais para adultos. Uma das coisas que me dá especial prazer é rever filmes que faziam parte da minha infância. É curioso ver quantas mensagens escondidas existiam no filme, que só hoje, já adulto, consigo perceber. Há uns Domingos atrás, estive a rever o filme do Dumbo, com o JM. Que loucura!

A história é dramática. Um filhote orelhudo que se vê órfão, porque a Mãe entra numa zaragata para o proteger. A páginas tantas vê-se na companhia do seu amigo rato e, os dois, bebem inadvertidamente um balde de champanhe. O resultado é uma das cenas mais alucinadas que alguma vez deve ter aparecido num filme da Disney. ‘Pink Elephants on Parade’ são 5 minutos de embriaguez do elefante-criança, que servirão de inspiração para este começar a voar. A música e os efeitos visuais irrompem pelo ambiente tradicional dos desenho animado infantil do filme para transportar o espectador por um ambiente mais abstracto e experimental.

 

Esta cena alucinada acaba com uma ressaca do Dumbo, que entretanto trava amizade com um gangue de corvos negros que fumam charuto e gozam o dolce fare niente. Este filme é uma sequência de cenas politicamente incorrectas: bebedeiras, tabaco, esterótipos raciais, mergulhos aéreos, etc. Ainda assim, ele é genial. Vai ser engraçado quanto disto se manterá na nova adaptação do Dumbo que a Disney encomendou a Tim Burton.

Blog | E os Filhos dos Outros