Espaço Família | O nosso 1º Filho

Cuidados ao Bebé

25 de Março de 2014

A amamentação: pode ser difícil no início mas vale a pena tentar!

amamentar

Hoje escrevo sobre algo que realmente adorei fazer: dar de mamar aos meus filhos. Foi algo que me fez sentir imensamente bem e muito realizada! Mas amamentar não é nada fácil! No início podem surgir algumas dificuldades que podem ser ultrapassadas com algumas dicas!

Os benefícios da amamentação são inúmeros: o leite materno é um alimento vivo, muito completo e salvo raríssimas excepções, é o alimento adequado para todos os bebés. Este leite não só protege os bebés contra infeções gástricas, respiratórias e urinárias, mas também evita o aparecimento de reações alérgicas (geralmente derivadas do consumo de leite de vaca) e ajuda na adaptação a novos alimentos (o sabor do leite varia consoante a alimentação materna, dai que os bebés desde muito pequenos comecem a experimentar sabores distintos). A longo prazo o leite materno está associado à prevenção de diabetes e linfomas.

Para a mãe amamentar também trás inúmeras vantagens: permite uma regressão rápida do útero, na maioria dos casos permite a recuperação mais rápida do peso que tinha antes de engravidar, está associada a uma menor incidência de cancro da mama e, depois de superadas as dificuldades, é muito gratificante! Por outro lado, durante o período de amamentação, os níveis de prolactina (hormona) sobem e vão inibir a produção de outras hormonas. Como resultado a mulher deixa de ter ovulação e na teoria não consegue engravidar durante esse período. Apesar de válida esta afirmação, é sempre bom aconselhar-se com o seu médico e perguntar se é necessário fazer algum método anticonceptivo.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que o leite materno deva ser dado em exclusivo (sem introdução de outros alimentos  com por exemplo a água,  e os chás) até aos 6 meses de idade, podendo ser complementado com outros alimentos até aos 2 anos.

Todas as mulheres devem ter o direito de amamentar os seus filhos e em muitos locais de trabalho já há alguma consciencialização para este facto.

Há vários aspectos que são importantes para que a amamentação seja bem sucedida e por essa razão, a OMS e a UNICEF em parceria definiram uma lista de medidas que deviam ser implementadas e aos hospitais que cumprem essas medidas nos seus serviços de saúde de apoio à grávida e ao bebé, passaram a ser designados “Hospitais Amigos de Bebés”.10 Medidas Hospitais Amigos dos BebésSe tiverem dúvidas relativamente ao processo de amamentação aconselho-vos a visitarem também o site da SOS Amamentação! Lá poderão encontrar não só informações muito úteis como também os contactos telefónicos dos voluntários que estarão prontos para vos ajudar!Ao amamentar criam-se ligações únicas com os filhos, é o contacto com a pele, é o calor transmitido, são carícias intermináveis, no fundo é um momento só vosso em que ninguém deverá incomodar. Força! Não desistam de o fazer!

Blog: O meu Laboratório de Sonhos