Espaço Família | O nosso 1º Filho

Coaching Parental

21 de Julho de 2015

21 coisas para dizer a uma mãe de primeira viagem

mae primeira viagem

Este artigo é para todas as mães que experienciam um sem fim de emoções com a chegada dos seus bebés, e para todas as que sentem saudades de quando os seus pimpolhos eram bebezinhos.

Partilhamos agora uma lista de dicas para todas as mães, principalmente as de primeira viagem.

Vai passar a sorrir mais vezes, muito mais.

Vai dar mais beijos e abraços do que dava antes.

Vai descobrir que pode fazer muita coisa com uma mão só (já que a outra estará quase sempre ocupada a segurar o seu bebé).

Vai ai falar sobre xixi e cocó com a maior naturalidade.

Vai parecer uma doida às vezes, mas isso é passageiro.

Vai demorar muito mais tempo para sair de casa.

Vai haver momentos em que se sentirá só e isolada do mundo, principalmente no primeiro ano, mas isso é normal.

Vai descobrir que tem uma capacidade incrível de dormir menos. No geral, é isto que acontece.

Vai ficar mal-humorada muitas vezes, principalmente se dormir pouco, mas terá igualmente uma enorme capacidade de superação.

Vai perceber que terá menos tempo para si e vai ter que se adaptar a isso.

Vai sofrer pelo seu filho algumas vezes, como na hora de dar a primeira vacina, mas saberá que isso faz parte e é para o bem dele.

Vai errar e vai pedir desculpas.

Vai cantar as músicas de criança da moda, mesmo quando seu filho está perto de si.

Vai amar segurar seu bebé, mas também vai desejar e agradecer quando outra pessoa ficar um pouco com ele para conseguir descansar um pouco.

Por vezes vai desesperar-se, como por exemplo, com o surgimento das cólicas ou quando seu filho cair, mas isso vai passar.

Você vai ensinar seu bebê a descobrir suas mãos e seus pés, e vai se encantar com esses momentos.

Vai ajudá-lo a aprender a sentar, andar e falar, e tudo isso será maravilhoso e merece mesmo ser super registrado.

Vai chorar mais e sentirá que anda mais sensível, mas também qual a mãe que não é assim?

Poderá questionar-se se vai ou não voltar para o trabalho, pelo menos em grande parte é assim.

Vai sentir uma dor no coração por ter que deixar seu bebé para sair – não importa se será apenas por algumas horas, um dia inteiro, se tiver que voltar a trabalhar, ou até alguns dias, se tiver que viajar – contudo, lembre-se que não é a única a passar por isto.

No futuro, vai sentir saudades de quando seu filho era um bebezinho. Portanto, aproveite muito o agora e usufrua de todos os momentos com o seu bebé, pois são únicos e muito especiais.

Fonte: Pais & Filhos